Saltar para o conteúdo principal
Lido 12681 vezes
Modificado em terça-feira, 12 novembro 2019 12:39

Igreja Matriz (S. Brás)

 

Igreja Paroquial de S. Brás, conserva ainda o pórtico Manuelino do séc. XVI... 

Templo mandado erigir pelo D. João da Silva, segundo donatário da Chamusca e Ulme, é considerado o mais antigo na Chamusca, sendo que, os seus altivos portões foram assim abertos ao culto em meados do séc XVI. Ao longo dos tempos foi sofrendo remodelações e da construção inicial resta o pórtico “Manuelino”, de volta redonda com um entrançado de pedra assente sobre dois fustes, o portal do lado da epístola e por cima do pórtico o brasão dos Silvas.

Igreja de uma nave, coberta por um tecto de madeira de três planos e a Capela-Mor de tecto de abóbada de berço com pinturas de motivos florais. A rodear o altar-mor, tem dois altares colaterais e quatro capelas laterais. O altar-mor e os dois colaterais são em talha dourada do século XVII.

Das imagens ali presentes, podemos salientar a do patrono da freguesia da Chamusca - S. Brás, uma escultura em madeira estofada e policromada do século XVII, uma imagem de S. Sebastião de pedra do início do século XVI e a imagem do Senhor Morto, da autoria de Claude Laprade e que foi adquirida pela Irmandade do Santíssimo Sacramento no século XVIII.

Nos altares colaterais existem pinturas sobre tábua, uma figurando o Baptismo, datada do princípio do século XVII e uma outra representando uma Visão de S. Pedro. No pavimento da capela-mor está a lápide de jazida de D. João da Silva e de sua mulher D. Joana Henriques.  


 Aspecto da Torre do Relógio na Igreja Matriz

 Brasão dos "Silvas" (donatários da Chamusca no séc. XVI)

 Aspecto do pórtico de entrada estilo "Manuelino"

 Aspecto do Altar em Talha Dourada na Igreja Matriz

 

Para mais informações contacte...
Câmara Municipal de Chamusca 
Rua Direita de S. Pedro - 2140-098 Chamusca - Tel. 249 769 100 - Fax 249 760 211
E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
 
 
 
 
 
 
 
Tagged em
Mídia
Mídia
voltar ao topo