Saltar para o conteúdo principal
Lido 1055 vezes

Conselho Municipal de Segurança da Chamusca já trabalha para definir prioridades de atuação

  

 

O Conselho Municipal de Segurança da Chamusca, que tomou posse no dia 28 de setembro de 2018, em Assembleia Municipal, realizou a sua primeira reunião de trabalho com os novos membros no dia 15 de outubro.

 

Nesta reunião, foram debatidos alguns temas relacionados com a segurança que preocupam a comunidade da Chamusca e que foram trazidos pelos elementos deste conselho.  

Um dos problemas tem a ver alguma sensação de insegurança relatada pela população de Carregueira face a episódios de roubos e de desacatos. A Câmara, a Junta de Freguesia de Carregueira e o Posto Territorial da GNR da Chamusca têm estado a acompanhar a situação e a GNR informa que foram já desenvolvidas algumas diligências no terreno, nomeadamente, com avisos pessoais a indivíduos suspeitos de terem causado os distúrbios. 

O comandante do destacamento da GNR, o sargento-ajudante Paulo Petinga, informou que em Dezembro vai haver um reforço do número de efetivos no destacamento.  

O comandante dos Bombeiros Voluntários da Chamusca, Rui Saramago, revelou a disponibilidade para articular as ferramentas de trabalho com todas as entidades que compõem o conselho municipal. 

Foi ainda dado conhecimento ao Conselho que o Município da Chamusca tomou e vai continuar a desenvolver medidas de acompanhamento da limpeza das florestas, assim como está a ser atualizado o Plano de Emergência Municipal, sobretudo ao nível do transporte de substâncias perigosas.  

Ao nível do Plano de Segurança Rodoviária, também abordado nesta reunião, foram referenciados alguns dos principais pontos negros de sinistralidade, onde já aconteceram vários acidentes com feridos e vítimas mortais, como o cruzamento da zona do Areal, que dá ligação à estrada de Campo, ou ainda a zona de acesso à Ponte da Chamusca e ainda um outro local na freguesia de Carregueira, junto do Centro de Dia, uma situação entretanto já resolvida.  

Nesta reunião foi dada posse à nova secretária do Conselho Municipal de Segurança, a professora Maria Manuela Luz Marques, que está em representação da CDU entre os elementos da Assembleia Municipal que compõem este conselho. Foi também apresentada a proposta de regulamento para o Conselho, que agora vai ser analisada pelos vários membros deste órgão, para depois ser colocada à votação na Assembleia Municipal.   

Foi ainda dado conhecimento dos últimos dados emanados pela Comissão de Acompanhamento do Eco Parque do Relvão e foi pedido que sejam identificadas e referenciadas as situações de vulnerabilidade ao nível da saúde, educação, violência doméstica e ação social, a ser analisadas também por este Conselho Municipal.  

No dia 5 de novembro, o Município em articulação com as forças de proteção civil e a comunidade escolar, irão participar no simulacro de sismo a nível nacional, às 11h05m, podendo todos os cidadãos participar a título individual, bastando para isso fazer o registo no site do exercício “a Terra Treme” (www.aterratreme.pt).  

A próxima reunião do Conselho Municipal de Segurança está marcada para 14 de janeiro de 2019. 

Em anexo a composição do Conselho Municipal de Segurança

voltar ao topo