Saltar para o conteúdo principal
Lido 5982 vezes
Modificado em terça-feira, 12 novembro 2019 15:19
Publicado em Edifício S. Francisco

Edifício S. Francisco

Edifício S. Francisco

 

Centro de congressos e alojamento com um belo miradouro para lezíria...

Recentemente restaurado, o edifício tem actualmente instalado o Centro de Congressos e Alojamento de Grupos da Chamusca, outrora, foi o Asilo Chamusquense (até 1997), e desde os finais do séc. XVIII até 1912, a Igreja de São Francisco.
Esta foi mandada edificar pela Ordem Terceira da Penitência, instituída na Chamusca em 1733. A construção do templo iniciou-se em 1741 e durou cerca de meio século. A frontaria do templo possuía uma cruz construída em 1763 e que hoje guarnece a fachada da Igreja Matriz O sino tem a seguinte inscrição "SOV DA ORDEM TERCEIRA DA XAMUSCA ANNO DE 1775". Cerca de 1790, as obras foram embargadas por José Bernardino da Silva. No interior da igreja existiam, para além do Altar-Mor, dois altares volantes e quatro capelas laterais. O tecto, de abóbada, foi decorado em 1816 pelos mestres pintores João da Costa Lemos e José Maria da Costa. Por volta de 1869, as paredes foram ornamentadas com frescos, de que se conseguiram salvar alguns painéis. As peças da sacristia foram pintadas e douradas pelo mestre Valentino Baptista de Santarém.
José Lopes de Ulme, ferreiro, trabalhou as ferragens do armário e dos gavetões. A casa do despacho foi decorada pelo pintor João Calado, das Galveias. No tecto existia ao centro o brasão de armas de S. Francisco. Actualmente, existem na Igreja da Misericórdia duas imagens que pertenceram à igreja de S. Francisco (Na entrada lateral esquerda, a imagem de S. Francisco, esculpida em madeira; No nicho do Altar-Mor, do lado do Evangelho, a imagem de Nª Sª da Conceição).

 

 

 

 

Tagged em
voltar ao topo